Blog

Para STJ, não cabe adicional de 25% por invalidez a aposentados por idade

De acordo com a legislação previdenciária (artigo 45 da Lei 8.213, de 1.991), os aposentados por invalidez que necessitam de acompanhamento constante de outra pessoa possuem direito ao acréscimo de 25 % ao valor de suas aposentadorias. Em razão do princípio da igualdade, alguns tribunais superiores, por analogia, vinham estendendo o direito aos aposentados por idade que também precisavam de acompanhamento.

Porém, no último dia 26, ao julgar o Recurso Especial nº 1.505.366, a Segunda Turma do Superior Tribunal de Justiça (STJ) entendeu que o acréscimo de 25% não é devido àqueles que foram aposentados por idade, uma vez que a legislação previdenciária é clara ao restringir o pagamento somente àqueles que se aposentaram por invalidez. Deste modo, o Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) não deverá acrescentar a percentagem aos aposentados por idade.

Para o relator do recurso, Ministro Mauro Campbell Marques, a alegação de tratamento isonômico não pode ser utilizada com justificativa para conceder o benefício também aos aposentados por idade, porque a vontade do legislador foi acrescer o percentual de 25% somente para aposentados por invalidez.

O relator também enfatizou que não cabe ao agente público estender benefícios previdenciários sem a respectiva fonte de custeio, dado que Constituição Federal exige a contrapartida orçamentária para o pagamento. Assim, além de não haver previsão legal para o pagamento, estender o adicional aos aposentados por idade também contraria o princípio da contrapartida, o que pode trazer prejuízos ao equilíbrio atuarial e financeiro da Previdência Social.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Sites para consulta pública:

        



Palavras-chave: rpps, investimentos, previdência, software previdenciário, consultoria, auxílios, benefícios, cálculo atuarial, avaliação atuarial, reavaliação atuarial, instituto, regime próprio de previdência social, crp, dair, dipr, dpin, certificado de regularidade previdenciária, criar rpps, consultoria rpps, sistema rpps, fundo de investimento