Blog

TCE-PB reformula decisão e aprova contas de instituto de previdência

A 2ª Câmara do Tribunal de Contas do Estado da Paraíba, em sessão ordinária nesta terça-feira (19) aprovou, em grau de recurso, as contas de 2013 do Instituto Municipal de Previdência de Arara.

Ao conceder provimento integral a Recurso de Reconsideração interposto pelo gestor do instituto, Eraldo Fernandes de Azevedo, o colegiado acompanhou voto do relator do processo, conselheiro substituto Oscar Mamede, e à unanimidade reformulou decisão anterior, consubstanciada no acórdão AC2-TC 02982/15, determinando, inclusive, extinção de multa aplicada.

Três outros institutos municipais de previdência – Guarabira (exercício 2011), Belém (2011) e Pirpirituba (2012)- também tiveram prestações de contas aprovadas.

Os conselheiros registraram e enalteceram, na ocasião, as gestões de Maria Gorete da Silva e Adriano de Melo Ferreira à frente dos institutos de Belém e Pirpirituba, pelo equilíbrio e evolução dos respectivos fundos previdenciários.

Em análise de Inspeção Especial de Obras da prefeitura de Bernardino Batista, a Câmara aceitou requerimento, feito em defesa oral na sessão em nome do ex-prefeito José Edomaques Gomes, e determinou a retirada de pauta do processo 09640/13.

O retorno dos autos à Auditoria permitirá que a defesa faça esclarecimentos devidos sobre documentação apresentada.

Também foi retirado de pauta o processo 10930/13, relativo a prestação de contas da Secretaria de Finanças de Campina Grande, exercício 2012.

Em dois outros processos ( 10127/11 e 13869/11 ),da Secretaria de Saúde de Campina Grande, foram concedidos prazos de 60 e 90 dias apresentação de documentos.

No primeiro, relacionados a inspeção especial de gestão de pessoal, e no segundo ao exame da prestação de contas de serviços prestadoras pela construtora Maranata àquela secretaria.

Foi referendada, extra pauta, medida cautelar expedida pelo conselheiro André Carlo determinando a suspensão da eficácia do Pregão Presencial 007/2016, aberto pela Prefeitura de Curral Velho.

À decisão, acompanham-se as comunicações devidas, com máxima urgência, ao prefeito Joaquim Alves Barbosa Filho e ao pregoeiro Cláudio Nogueira dos Santos, para apresentação de justificativas e/ou defesas, no prazo regimental.

No total, compuseram a pauta 120 processos, dos quais 105 relacionados a pedidos de registro de aposentadorias e pensões para servidores públicos, ou seus dependentes.

A Segunda Câmara Deliberativa do TCE realiza sessões às terças-feiras, às 9h, no Auditório Conselheiro Adailton Coelho Costa.

É presidida pelo conselheiro Arnóbio Alves Viana e nesta sessão funcionou com a participação dos conselheiros André Carlo Torres Pontes, Antonio Cláudio Silva Santos (substituto) e Oscar Mamede Santiago Melo (substituto). Pelo Ministério Público de Contas atuou o procurador Bradson Tibério Luna Camelo.

A 2ª Câmara do TCE reúne-se, ordinariamente, às terças-feiras, a partir das 9 horas, com acesso público permitido e transmissão ao vivo pela internet (www.portal.tce.pb.gov.br).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Sites para consulta pública:

        



Palavras-chave: rpps, investimentos, previdência, software previdenciário, consultoria, auxílios, benefícios, cálculo atuarial, avaliação atuarial, reavaliação atuarial, instituto, regime próprio de previdência social, crp, dair, dipr, dpin, certificado de regularidade previdenciária, criar rpps, consultoria rpps, sistema rpps, fundo de investimento