Blog

Reforma da Previdência de Temer é ‘perigosa’, afirma Dilma

A presidente afastada Dilma Rousseff voltou a criticar, em seu depoimento no Senado, pontos da proposta de reforma da Previdência defendida pelo presidente interino Michel Temer. Dilma tachou de “perigosas” ideias como a fixação de uma idade mínima ou a desvinculação de direitos trabalhistas do salário mínimo, sempre associadas à gestão de Temer até agora.

Em resposta ao senador Hélio José (PMDB-DF), suplente do governador do Distrito Federal, Rodrigo Rollemberg (PSB), que pediu a sua avaliação sobre a aprovação de uma eventual reforma previdenciária no país, Dilma defendeu que não se retirem direitos dos trabalhadores como jornada de trabalho de 40 horas semanais, que competiria a uma reforma trabalhista.

Dilma também criticou a suposta ideia do governo interino de Temer de permitir que o Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS) possa ser sacado pelos trabalhadores apenas quando se aposentarem e não quando forem demitidos como é possível hoje pela legislação trabalhista. “Essa seria uma grande perda para o Brasil”, destacou.

A presidente afastada também defendeu que o país reencontre o caminho dos investimentos públicos. E para isso elencou duas receitas para a economia brasileira nesse sentido: a redução do índice de inflação no país e o fim do que chamou de uma “política de valorização do real” que estaria em vigor atualmente na gestão provisória de Temer, segundo ela.

“Acredito que temos obrigação de voltar a investir no país. Acusam meu governo de ter deixado um canteiro de obras no Brasil, mas todas as propostas que fizemos foram para reduzir a meta do resultado primário e ampliar as condições de investimento”, ponderou.

Por fim Dilma questionou novamente a meta de R$ 170 bilhões de déficit primário em 2015 encaminhada pelo governo interino de Temer ao Legislativo e posteriormente aprovada pelos parlamentares.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Sites para consulta pública:

        



Palavras-chave: rpps, investimentos, previdência, software previdenciário, consultoria, auxílios, benefícios, cálculo atuarial, avaliação atuarial, reavaliação atuarial, instituto, regime próprio de previdência social, crp, dair, dipr, dpin, certificado de regularidade previdenciária, criar rpps, consultoria rpps, sistema rpps, fundo de investimento